Espetáculo Negrinha (SP) relembra o fim da escravidão no Centro Cultural Piollin

Em sessão única neste sábado (01), às 20h

          

O espetáculo “Negrinha” foi criado em 2007 com incentivo do Programa de Ação Cultural (PAC). O projeto de criação foi realizado por Luiz Fernando Marques, Renato Bolelli e Sara Antunes, integrantes do Grupo XIX de Teatro, dos premiados Hysteria, Hygiene e Arrufos, no entanto, tem sua existência dissociada deste, como um  trabalho paralelo e chega à João Pessoa em sessão única neste sábado (01), às 20h na Casa Grande do  Centro Cultural Piollin.

A peça surgiu da necessidade de fazer ecoar, pela voz baixa e frágil de uma menina, de uma criança escrava que viveu em um Engenho de açúcar, um momento crucial da história do Brasil, o fim da escravidão. Poder evidenciar um Brasil que a história oficial não relata, não de maneira óbvia e redundante, mas, da perspectiva de uma menina, pela voz de uma criança. Uma “negrinha”, sem nome e sem futuro,  aprisionada como um fantasma, na casa-grande, na “casa de açúcar” como é chamada por ela, no engenho onde produz a coisa mais doce e branca e onde se cultiva a escravidão e o preconceito “da cor”.

Unir o fim da escravidão, a percepção do mundo das cores, do engendramento social pela perspectiva de uma pequena escrava interpretada por Sara Antunes. Este foi o desafio criado na construção do espetáculo. É daí que emerge a dimensão poética, lúdica, lírica e fantasiosa, mas também apavorante e cruel de uma história real. Este imaginário oscila entre a sutileza do mundo infantil e a crueldade de como este pode ser destruído. 

Negrinha é um trabalho artesanal, voltado para o preciosismo das palavras, objetos, sons e figurinos, para trazer o cheiro, cor e forma e realçar novas nuances dessa história. O caráter eminentemente interativo sublinha a fricção proposta entre esses dois tempos: passado e presente.

Negrinha, o espetáculo

Negrinha já passou por diversas casas de espetáculo e festivais do país, como Embu das Artes Aruanda (SP), SESC Ribeirão Preto (SP), ESPAÇO SESC – Copacabana (RJ), Casa Vermelha (PR), Festival de Ouro Branco (MG), Santo Amaro da Purificação (BA), Natal (RN), Recife (PB), Macéio (AL), Fortaleza (CE), e outros.  Recebendo prêmios como o Funarte Myriam Muniz, o Prêmio PAC- Criação de espetáculo, o PAC circulação- “Dos Engenhos de açúcar as fazendas de Café” e melhor espetáculo, melhor atriz e melhor cenário no Prêmio 3º. Fentepira e indicação de melhor direção e melhor texto.

Sara Antunes, atriz

A atriz Sara Antunes é Bacharel em Filosofia pela FFLCH–USP, cursou a EAD-Escola de Arte Dramática ECA/USP, é uma das fundadoras do Grupo Tablado de Arruar e do Grupo XIX de Teatro, no qual atua até hoje. Foi dirigida por Cleyde Yaconis, Cristiane Paoli Quito, Marcelo Lazzarato, Sérgio de Carvalho, Márcio Marciano, Renata Zanetha e Zé Celso. Criou e atuou, dentre outras, nas premiadas Hysteria, Hygiene, Arrufos.

Negrinha se apresenta em João Pessoa dia 01 de abril, às 20h no teatro do Centro Cultural Piollin e as entradas estarão disponíveis na bilheteria a partir das 19h por R$ 10 (meia)/R$ 20 (inteira).

Sinopse

Em um Casarão abandonado do fim do século XIX encontramos uma menina que misturando as memórias da história de sua vida com fantasias revela as contradições de um tempo. Negrinha tem afeição pelas cores, em especial pelas cores das pessoas….e é pelo entrar e sair de salas, que a história fragmentada de uma memória infantil vai se compondo, nos detalhes espalhados pelas crianças –grãos,  uma boneca, as fitas de amarrar o cabelo. Recria-as presentificando o imaginário de um tempo, uma casa e uma história. Pelas luzes minúsculas de velas cansadas, longínquas, surgem imagens que não sabemos ser verdadeiras ou assombrações de nossas mentes, de realidades históricas que não queremos reencontrar.

Ficha técnica

Título: Negrinha

Dramaturgia e atuação: Sara Antunes

Direção: Luiz Fernando Marques

Direção de Arte: Renato Bolelli Rebouças

Produção Local : Amora Produções

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=QNsVxiOfloU  

 

Serviço

Espetáculo Negrinha (SP) com Sara Antunes 
Direção: Luiz Fernando Marques
Data: Sábado, 01/04
Horário: 20h 
Local: Centro Cultural Piollin 
Ingressos: R$10/R$20 na bilheteria a partir das 19h 
Duração: cerca de 50 minutos
Capacidade: 70 lugares

pbc
pbc
A redação do PBC possui experiência na produção de conteúdos relacionados aos temas; cultura, turismo e meio ambiente. Estamos sempre em busca de informações atuais, interessantes e de grande relevância para a sociedade, pesquisando e trazendo para você uma boa leitura. Acompanhe nosso portal e mantenha-se informado, contribuindo com um futuro melhor para o nosso Planeta Terra.
Related Posts