Tecnologia da Informação deve ser a área de maior sucesso em 2019

O ramo foi destaque na última década, entre 2007 e 2017, se manteve em evidência em 2018 – com muita oferta e pouca vaga preenchida – e continua sendo promessa para o próximo ano

A virada para um novo ano pode também significar começo ou recomeço na caminhada profissional. Àqueles que dão os primeiros passos no mercado de trabalho ou estão buscando uma nova profissão, especialistas aconselham as funções de desenvolvedor mobile, área de tecnologia da informação, coaching, analista de compliance e analista de SEO como as mais promissoras carreiras para 2019.

No ano passado, conforme a diretora da Studart RH, Gisele Studart, houve alta demanda e pouca oferta de profissionais qualificados para preencher essas vagas. Diante da necessidade, a solução para muitas empresas foi absorver os graduados em TI e investir em uma formação continuada, fornecendo os conhecimentos necessários para o cargo após a contratação.

E essa realidade não é só cearense. Considerando somente o volume absorvido pelos postos de trabalho, conforme Luana Marley, supervisora de assessoria de carreira da Catho, os setores comerciais e administrativos permaneceram em evidência, em 2017. “Porém, as áreas de tecnologia, principalmente da informação, vêm ganhando destaque quando falamos em demanda por parte das empresas. Sobra posto de trabalho e a tendência é que esses setores continuem precisando de muitos profissionais nos próximos anos”, conta.

 

Levantamentos

Uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) confirma a aposta. Nos últimos dez anos, de 2007 a 2017, a área de informação, com o representante Analista de Informação, destacou-se no ranking das cinco carreiras com maior avanço na ocupação formal nesse período. Segundo o chefe da divisão econômica da CNC, Fábio Bentes, cada vez torna-se mais necessário o investimento em armazenamento e compartilhamento de informação para o crescimento de toda e qualquer empresa.

Mais do que espaço físico, é preciso crescer no quesito gestão e informação. Por isso, essa área é tendência agora e segue forte como aposta para os próximos anos, ele diz.

Na área de estágio, o cenário é parecido. De acordo com dados da Companhia de Estágios, comparando a média de vagas de 2018 com os dois últimos anos, o setor de tecnologia da informação teve crescimento de 77% no número de vagas abertas. Em paralelo, a área de comunicação mostrou-se promissora para o cenário atual do mercado. Conforme os índices, o número de vagas dobrou nas subáreas da modalidade, como marketing e jornalismo. Em destaque ainda está a administração, com alta de 93% em estágios.

 

Promissoras

A análise da última década da CNC aponta que trabalhadores com grau de instrução elevado respondem, agora, por uma parcela cada vez maior de força de trabalho ocupada, de 7,4 milhões (19,7%), em 2007, para 12 milhões (26%), em 2017. Diante disso, quem quiser enveredar em uma nova área ou estiver indeciso qual profissão seguir, a Catho indica quatro áreas.

A bola da vez e também para os próximos anos é de desenvolvedor mobile, o qual tem como objetivo principal a programação e o desenvolvimento de aplicativos e plataformas para celulares: jogos, aplicativos e sites. Para essa área, é indicada formação em Ciências da Computação, Engenharia da Computação ou Sistemas de Informação.

Outra indicação é a de analista de compliance. Trata-se de um fiscal que ficará encarregado de validar as operações da empresa para que elas sejam realizadas de acordo com as leis e regulamentos internos e externos. Para esse cargo, é recomendado graduação em Economia, Direito ou Administração de Empresas.

Para as pessoas da área de Marketing ou Publicidade e Propaganda, a dica é enveredar para analista de SEO. O profissional dessa área é responsável pelo desenvolvimento e pela execução de estratégias para os sites terem relevância em buscadores online.

Também é tendência o coaching. Ele atua em diferentes contextos para auxiliar pessoas a atingirem seus objetivos, seja uma meta profissional, pessoal, social, familiar ou financeira. Para esse profissional, não existe uma formação específica, geralmente as áreas de Psicologia, Comunicação e Filosofia são as indicadas para realizar uma formação específica em coaching.

 

Destaque

No cenário nacional, conforme a CNC, em primeiro lugar entre as vinte profissões com maior avanço na ocupação formal está a de cuidador de idosos, com 547% de alta entre 2007 e 2017. Segundo Fábio Bentes, a população brasileira está envelhecendo e investindo mais em saúde.

No Ceará, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), essa profissão não teve aumento expressivo para ficar entre as dez de saldo entre admissões e demissões, segundo o analista de mercado de trabalho do Sine/IDT, Mardônio Costa, Porém, na prática, a demanda constante por turmas no Senac aponta que essa também é uma profissão em crescimento no Estado.

De acordo com Inaldo Araújo, consultor do Senac Ceará na área de saúde, o público mais frequente é de pessoas entre 25 a 30 anos que desejam mudar de carreira. “A procura maior é no horário da noite, em que sempre contamos com turmas lotadas”, destaca.

Cada horário tem 20 vagas, com ofertas pela manhã, tarde e noite. Lembrando que o curso foi criado em 2006, inicialmente para atender a uma demanda em parceria com o Rotary Club, sendo incorporado pelo Senac desde então em todas as unidades, na capital e no interior do Estado. Além de autônomos, empresas e instituições contratam o curso para realizar turmas exclusivas para seus funcionários e colaboradores, dentro das suas instalações.

Com alta procura há ainda a carreira de professor de nível superior na Educação Infantil, com crescimento de 398%. Em seguida, fechando a lista das cinco com maiores demandas, está a de preparador físico (327%), operador de colhetadeira (253%) e analista de informações (224%), finalizando o ranking.

Porém, seja qual for a carreira escolhida, nessa ou na próxima virada de ano, o segredo sempre para o sucesso é qualificação na profissão.

 

Por Camila Marcelo, camila.marcelo@diariodonordeste.com.br

Fonte: Diário do Nordeste

 

 

pbc
pbc
A redação do PBC possui experiência na produção de conteúdos relacionados aos temas; cultura, turismo e meio ambiente. Estamos sempre em busca de informações atuais, interessantes e de grande relevância para a sociedade, pesquisando e trazendo para você uma boa leitura. Acompanhe nosso portal e mantenha-se informado, contribuindo com um futuro melhor para o nosso Planeta Terra.
Related Posts