Livro explica uso de crase a partir de dicas e exemplos

 Livro explica uso de crase a partir de dicas e exemplos

Obra, em formato físico e digital, é destinada para quem quer aperfeiçoar a escrita

Quando você escreve, fica com dúvida em relação ao uso de crase? Um livro lançado pela EdUFSCar trata do uso da crase na língua escrita, já que na fala ela passa despercebida. Na obra “Só crase: método fácil em quinze lições”, a autora Maria Tereza de Queiroz Piacentini a autora Maria Tereza de Queiroz Piacentini apresenta as regras do uso de crase de forma simples e direta, ilustradas com exemplos do dia a dia brasileiro. Para facilitar o aprendizado ou reforçar o seu conhecimento, no final de cada lição o leitor encontra exercícios pertinentes ao assunto abordado, bem como a solução dessas questões, tão importantes para uma comunicação eficiente.

“O problema para nós brasileiros é que na Língua Portuguesa o artigo definido feminino, que veio do latim ‘illa’, tornou-se apenas ‘a’ (e não ‘la’, como em Espanhol, Francês e Italiano), portanto igual à preposição ‘a’. Então na hora de escrever fica mais difícil reconhecer se o ‘a’ falado é artigo ou preposição, ou os dois termos juntos, uma vez que a crase indica a fusão de ‘a’ com ‘a’ (o que no masculino equivale a ‘ao’). Já em Portugal, não se observa essa dificuldade, pois eles pronunciam ‘a’ e ‘à’ de forma diferente”, relata a autora.

“A maior dica, que eu enfatizo ao longo do livro, é ter em mente que só se usa o ‘à’ craseado diante de substantivo feminino determinado – jamais antes de palavra masculina”, destaca Piacentini, que é professora e revisora. “É bom saber também que esse substantivo pode estar qualificado por um adjetivo ou numeral. Por exemplo, escreve-se ‘Enviou cumprimentos à melhor tenista do campeonato e à primeira aluna da classe’. Outra questão importante é tratada na Lição 11 do livro: nas expressões adverbiais femininas de modo, meio, tempo e lugar, embora o ‘a’ inicial possa ser apenas mera preposição, costuma-se usar o ‘à’ craseado por clareza. Um caso típico é o de ‘lavar à máquina’ (com máquina), que assim não se confunde com ‘lavar a máquina’ (limpar a própria máquina)”.

O livro “Só crase: método fácil em quinze lições” destina-se a toda pessoa interessada em aperfeiçoar a sua escrita na vida pessoal ou no mercado de trabalho: estudantes universitários e de Ensino Médio, professores, operadores do Direito, jornalistas e outros profissionais e está disponível em formato físico e digital, através do site da EdUFSCar (https://www.edufscar.com.br/).

 

Sobre a autora

Maria Tereza de Queiroz Piacentini, titular da Cadeira 21 da Academia Catarinense de Letras, é licenciada em Letras (Português e Inglês), com Mestrado em Educação pela UFSC. Em 1989, ficou responsável pela revisão gramatical da Constituição do Estado de Santa Catarina. Por mais de duas décadas ministrou cursos de Língua Portuguesa e ainda trabalha com revisão técnica de traduções do Inglês e Francês. Como diretora do Instituto Euclides da Cunha, em Curitiba (PR), responde pelo conteúdo do portal Língua Brasil. Publicou os livros “Só vírgula: método fácil em vinte lições”, “Só palavras compostas: manual de consulta e autoaprendizagem”, “Não tropece na língua: lições e curiosidades do português brasileiro”, “Não tropece na redação: questões de gramática e estilo”, “Manual da boa escrita” e o e-book “Tira-dúvidas de português para estrangeiros”.

0 Shares
Digiqole Ad

PBC

https://paraibacultural.com.br

Noticias Culturais e Ambientais da Paraíba

Conteúdo relacionado

Ativar notificações Sim Não
Which Notifications would you like to receive?